Conheça 7 dicas para empreender em Portugal

Tempo de leitura: 7 minutos

Conheça neste artigo 7 dicas para empreender em Portugal.

Entendo a importância da pesquisa que você está fazendo sobre querer sair do Brasil.

Nesse sentido, quero ajudá-lo nesta missão, mas antes é preciso estar ciente das dicas que vou relacionar.

Desde algum tempo, os anos não têm sido fácil para nós brasileiros.

  • Nossos políticos não valem nada.
  • Nossas instituições estão corrompidas.

Os interesses individuais, muitas vezes, estão acima dos públicos.

E isso tudo nos cansa.

Eu visitei Portugal há um tempo atrás e me apaixonei pelo país.

Me senti seguro, curti muito a comida, tive facilidade com o idioma, e pude conhecer lugares maravilhosos.

A visão do turista, é a mesma da paixão, a visão de quem é local, é a mesma do casamento.

O turista vê a cidade visitada com olhos de uma criança que está descobrindo o mundo.

Mas, a grama do vizinho é sempre a mais verde?

O turista tem a pureza da criança, que não vê maldade e nem problemas nos lugares e nem nas pessoas.

Banner com chamada - clique aqui - direcionando para categoria empreendedorismo site Partiu Empreender

E isso é a verdade.

Mas em Portugal, confesso que boa parte da visão do turista se dá na visão de quem mora lá.

Ao escrever este artigo, me imaginei deixando tudo pra trás e buscando uma iniciativa em Portugal.

Por isso, selecionei 7 dicas genéricas sobre empreender em Portugal, considerando minha experiência de empreendedor.

A seguir conheça minhas dicas para empreender em Portugal:

1. Em Portugal ou em qualquer lugar do mundo você sempre será um forasteiro;

Entenda que ao mudar de país, por mais que você tenha a facilidade do idioma, o seu país de nascimento será sempre o Brasil.

Mesmo que você seja um apaixonado pela cidade em que estiver morando, você nunca será neste caso, um português nativo.

2. Se você quer mudar de país, não vá na informalidade, conheça as possibilidades legais de migrar;

Entrar em um país como turista é uma chance de conhecer o lugar, a cultura e também as possibilidades para permanecer por lá.

Mas se possível, informe-se sobre como permanecer no país de forma legalizada.

  • Desta forma você poderá utilizar os serviços públicos;
  • Poderá trabalhar de forma legal;
  • E não vai precisar ficar se escondendo como um fugitivo.

3. Faça um teste no Brasil, mesmo que seja por alguns meses.

A oportunidade de fazer um teste é a minha melhor recomendação.

Se você sempre viveu próximo da família, e nunca morou em uma cidade diferente da sua, aproveite que não há qualquer tipo de restrição para uma mudança de cidade no Brasil.

O teste de morar em uma outra cidade, recomeçando a sua vida é válido, assim você irá compreender como é estar em um lugar parcialmente desconhecido.

Parece besteira o que estou escrevendo, mas saiba que há muitos brasileiros que depois de pouco tempo no exterior, acabam retornando ao Brasil, pois não se prepararam para estar longe.

Não ter um tempo de “treinamento” em outro lugar, longe de tudo e de todos, irá impactar nas chances de permanência em um projeto no exterior.

Tenha certeza, que estar distante das pessoas que convivemos diariamente não é uma tarefa fácil para quem nunca se afastou.

Banner com um boneco em vetor apresentando o artigo para Cursos Online

4. O idioma é o mesmo, mas a cultura não é;

Mesmo que você consiga se comunicar em Portugal, há pessoas de muitas nacionalidades lá, e saber outro idioma é recomendável.

A distância não está no idioma, está na cultura: na forma de pensar, nas crenças, nas músicas, nos valores, nas interpretações, nos cuidados que devemos ter em tudo. O entendimento da cultura leva anos, muitas vezes décadas para se adaptar.

Se você é disciplinado, é mais fácil de aprender a se portar em outro país, mas você terá que esquecer o jeitinho brasileiro.

Você irá precisar aprender coisas novas e aplicar imediatamente.

5. Faça contato com brasileiros que moram lá;

Faça parte de grupos nas redes sociais de brasileiros que moram em Portugal, e estude o máximo que puder sobre o assunto.

Não mude de país, sem avaliar o máximo de questões possíveis sobre a cidade que pretende morar, e as experiências de quem já realizou este sonho.

banner apresentando artigo Dicas para empreendedores - com a foto de um homem de costas olhando para o horizonte

6. Empreender em Portugal;

Agora sim, cheguei no ponto chave do nosso conteúdo.

Empreender em Portugal segue a mesma lógica de empreender no Brasil.

Para empreender, você irá precisar entender oportunidades, irá precisar conhecer o seu público potencial.

E quando falo sobre conhecer o seu potencial cliente, é neste ponto que eu entendo a maior dificuldade.

Como você não vive a cultura local, é muito mais difícil entender o comportamento de consumo da população local.

Neste sentido, minha dica chave para você é:

Você precisa viver no mínimo um ano na cidade, portanto, arrume um emprego, mesmo que seja um sub emprego, para pagar suas contas básicas.

É através deste emprego que você irá conhecer o funcionamento das coisas.

Mesmo que você tenha a experiência de tocar um pequeno negócio no Brasil, sem conhecer o comportamento de consumo será difícil prosperar.

Entendeu o meu ponto chave? Isso é realmente muito importante.

Nesta convivência diária local você irá se adaptar, poderá utilizar o que conhece, e poderá entender oportunidades para empreender em Portugal.

7. No curto prazo, a sua vida pessoal será muito difícil;

A dica que eu tenho agora é a seguinte: você vai precisar trabalhar duro.

Você usará muita energia para absorver novos aprendizados diários.

Você estará vivendo em um país muito legal, mas terá que batalhar pelo seu futuro, como nunca.

O projeto de viver em outro país, é muito desafiador.

E claro, da forma como andam as coisas por aqui, é muito difícil que as coisas mudem, pelo menos nos próximos anos.

Banner de apresentação do artigo Jovem empreendedor e um mundo de oportunidades do site Partiuempreender

Enfim, agora que você já leu sobre as 7 dicas para empreender em Portugal, vamos falar um pouco mais de Brasil.

Aqui, a corrupção é cultural, está em nosso DNA, e por isso, se você se incomoda com tudo isso, pense em mudar.

Mas não saia daqui sem um plano bem estruturado, você não precisa fugir.

Planeje, por um, dois ou até mesmo três anos.

Entenda que o planejamento irá lhe poupar um tempo precioso e irá tornar a sua aventura mais prazerosa.


Leia também meu artigo: Ideias empreendedoras [ artigo ]


E então, gostou das dicas que relacionei sobre Empreender em Portugal?

Agora, uma pergunta para você:

Qual seria o pior cenário caso você encontrasse uma forma de ir morar em Portugal, decidisse empreender, e depois de algum tempo, visse que este esforço não foi a melhor escolha?

Descreva sua resposta no final do artigo, tenho certeza que irá contribuir com todo mundo que irá ler este artigo.

Considerações finais deste artigo:

Se você nunca havia pensado na possibilidade de ir morar em outro país, considere esta hipótese.

Para ganhar tempo:

  • Entenda que você sempre será um forasteiro;
  • Busque uma forma legalizada de imigrar;
  • Faça um teste de mudança temporária aqui mesmo no Brasil;
  • Entenda que saber o idioma nada tem a ver com a cultura local de um novo país;
  • Pesquise muito, inclusive com quem já passou por esta experiência;
  • Antes de empreender, passe algum tempo no mercado de trabalho para conhecer o comportamento de consumo local;
  • Entenda que há um preço a pagar no curto prazo;

Espero que tenha gostado das dicas deste artigo, e tenha uma boa sorte em sua jornada e em suas escolhas.

Se você quiser ler mais sobre empreendedorismo e negócios, vá para a home do meu site.

banner apresentando o site Partiu Empreender


Leia também: Aprender a Empreender – As lições de valem ouro


Para finalizar, seja em Portugal ou em qualquer lugar do mundo, empreender será sempre um grande desafio.

Quando você empreender, lembre-se que estará trabalhando para conquistar a sua independência financeira.

Nem todos conseguem realizar este sonho, mas o melhor de tudo, é de que o percurso é muito mais importante do que a chegada.

Se você está com medo, vá com medo mesmo.

Um abraço, Rodrigo.

Conheça também meus cursos online, use alguns poucos minutos e complemente este aprendizado.

Cartão com chamada de clique para acesso aos cursos online de Rodrigo Miranda e foto de palestra de empreendedorismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + 18 =