Vender em casa – seu primeiro desafio

Tempo de leitura: 3 minutos

Vender em casa é o seu primeiro desafio de empreendedorismo.

Se você está cansado de trabalhar para os outros, comece em casa.

Essa é a minha dica do momento.

Tudo que você fizer para você desde já será para sempre.

Mesmo que o seu negócio não prospere no futuro, o legado será muito consistente.

Ao invés de trabalhar em um sub-emprego para “ganhar um salário”, desenvolva a sua mente para abandonar esta vida.

trabalhadora em casa, montando uma caixa de flores para vender

Se você é jovem, e está empregado, aproveite a experiência para aprender como funciona uma empresa.

Mas prepare-se para construir a sua própria jornada.

Para vender em casa você vai precisar:

  1. Ter um público interessado em comprar o que você irá oferecer;

  2. Aprender a vender algo;

  3. Montar um perfil em redes sociais para se relacionar com o seu público potencial;

  4. Ser paciente para começar do zero e dia após dia aumentar sua audiência/seguidores;

  5. Aprender a se comunicar em alto nível (faça um curso de português grátis pela internet);

  6. Gerenciar seu tempo entre as questões pessoais e profissionais;

  7. Saber precificar seu produto (você precisa de orientação para entender custos, e margens);

O melhor de vender em casa é que você dita o ritmo do seu trabalho, organizando sua agenda conforme interesse.

casal pousando para uma foto em casa, com um bouquet na mão

Que ferramentas você irá precisar?

  • Um telefone celular para gerenciar os seus contatos (via whatsapp);
  • Internet para fazer seus cursos de aperfeiçoamento mensais;

Se você tiver aptidão para prestar um serviço, essa é uma ótima iniciativa também.

Por exemplo, você pode ir até a casa dos clientes para prestar o serviço à domicílio.

Mas neste caso, você terá que cuidar da sua aparência, da sua higiene pessoal e do seu “português”, pois estas questões farão parte do seu atendimento e qualidade.

Você precisa parecer confiável para dar segurança ao seu cliente, no primeiro contato.

No caso de atendimento à domicílio, você poderá cobrar o deslocamento de seu cliente.

Vá de Uber.

Um detalhe, procure clientes que residem próximos de sua base.

Se você atende à domicílio, o seu tempo é o seu recurso mais precioso.

Ninguém vai abrir a porta de casa para alguém que não aparenta confiança.

Vender em casa pode ser entendido como “vender de casa”.

moça em um balcão de atendimento entregando flores para um cliente

Você vende através do telefone e faz a entrega à domicílio.

Com o tempo, você poderá manter o produto ou serviço no patamar básico/inicial, e ir construindo uma estratégia de preços maior para um produto ou serviço melhor.

Tudo que descrevi acima é muito simples, mas se você não tem ideia por onde começar, você precisa pesquisar.

Pesquise no google e no youtube. Acompanhe sites de empreendedorismo.

Vender em casa é apenas o pretexto para você começar o seu próprio negócio.

Em pouco tempo, com muita dedicação, você estará melhor do que está hoje.

Ou você prefere estar desempregado(a), para ter que empreender por necessidade?

peças de flores em cima de uma mesa para montagem de um bouquet

Aproveite que você é jovem e comece um novo movimento em sua vida.

Não é tão difícil quanto parece.

Você vai precisar enfrentar alguns medos, mas tenho certeza que irá superar.

Acompanhe outros artigos do meu site e amplie seu conhecimento sobre empreendedorismo, marketing e negócios.

vetor com o cérebro fazendo ginástica

Tenho alguns cursos online, conheça mais clicando na figura a cima.

Ah, alguns deles são gratuitos. Aproveite!

Um abraço e até a próxima, Rodrigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 1 =