Não tenha medo de empreender na crise

Tempo de leitura: 3 minutos

Empreender na crise é ou não mais difícil?

Muita gente tem o sonho de empreender.

Mas em função de momentos econômicos acabam deixando seus projetos de lado.

Mas afinal, o que é crise?

Para quem é a crise?

O que significa crise?

Alguém se beneficia da crise?

São perguntas que geralmente são difíceis de serem respondidas.

De fato, as crises são momentos onde os mercados de consumo caem.

Mas alguns segmentos acabam se beneficiando desta condição econômica.

Por exemplo, em uma crise, em função da economia de gastos, o consumidor opta por viajar internamente em seu país ao invés de adquirir pacotes internacionais.

Sabemos que as crises são cíclicas, os mercados passam por momentos difíceis mas retomam o crescimento períodos depois.

Alguns setores vivem crises quando tornam-se obsoletos em função de novas formas de consumir ou da tecnologia.

Empreender na crise é um termo muito geral, que afasta potenciais novos empreendedores de seus projetos.

Uma crise pode ser considerada uma mudança no status daquele mercado ou economia.

A crise expõe problemas de gestão.

A crise consome capital de giro da empresas.

A crise reduz os mercados temporariamente.

Como negócios geram resultados no médio e longo prazos, o início de um empreendimento na crise pode não significar absolutamente nada.


Uma rápida paradinha, conheça outros artigos de meu blog:

Negócios – Por onde começar.

Artigos sobre empreendedorismo neste link [ artigos ]


Para você que está pensando em montar seu próprio negócio, não deixe de seguir o seu sonho.

Algumas questões sobre empreender na crise:

  1. A crise é apenas uma alteração temporária nas condições do mercado;
  2. A crise nos apresenta novas formas de ver o mundo;
  3. A crise nos fortalece enquanto gestores;
  4. A crise nos obriga a refletirmos sobre questões ainda não pensadas;

Empreender na crise significa dificuldade, mas também oportunidade de nos tornarmos melhores.

É na crise que nossa equipe deve estar mais alinhada, mais focada em redução de gastos e melhor preparada para superá-la.

Então, se você me perguntar se deve ou não empreender na crise, a minha recomendação é:

empreenda, vá atrás dos seus sonhos.

O mercado vai melhorar e vai crescer, e assim que isso acontecer, o seu negócio estará montado para aproveitar esta nova fase.

Para o empreendedor não existe crise.

Para o empreendedor que é um ser que entende oportunidades e realiza sonhos, a crise faz parte do jogo.

Não fique com medo, aproveite para estudar sobre o seu segmento, sobre formas de fazer dinheiro e bota pra fazer.

Fatalmente você terá que passar por crises, em sua vida pessoal e em sua vida profissional.

Não adie seus planos por uma questão momentânea econômica.


Indico também este outro artigo: Ideias para negócios.


Se você tiver realmente determinado, estará construindo suas bases de forma sólida.

Confie!

Se você gosta dos meus artigos, dê uma espiada nos meus treinamentos online.

Clique na figura abaixo.

Sobre o empreendedor Rodrigo Miranda
Cursos sobre empreendedorismo de Rodrigo Miranda

Um abraço e até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × cinco =