Atitude Empreendedora – faça a diferença

Tempo de leitura: 4 minutos

A atitude empreendedora é esperada em você?

Você sabe quais são as atitudes empreendedoras que são mais valorizadas no mercado de trabalho?

Ser empreendedor é bom?

Conheça neste artigo formas de sair da mesmice para se tornar um profissional com atitude empreendedora.

homem subindo um morro caminhando, ao entardecer.

Você já deve ter ouvido falar no C.H.A da administração, já ouviu?

  • O “C” representa a palavra Conhecimento, que é o conteúdo que vem de dentro de você, aquilo que você conhece e domina.

O conhecimento se adquire através de estudos e experiências.

Adquirir conhecimento leva tempo, é o que chamamos de experiência.

E a experiência é uma bagagem que você irá carregar pela sua vida inteira, ninguém te tira.

  • O “H” representa a palavra Habilidade, que é o como você aplica seus conhecimentos em sua vida.

Muita gente tem conhecimento mas não consegue aplicar essa bagagem em atividades práticas, e são conhecidos como “teóricos”.

  • E por fim, o “A” representa a palavra Atitude, que é a aplicação dos conhecimentos e habilidades através da execução, por iniciativa própria e no momento mais oportuno.

A atitude é o que movimenta o mundo.

É ter a capacidade de executar da melhor forma os conhecimentos, visando um resultado esperado.

homem em cima de um morro ajudando a puxar um outro ao entardecer

A atitude empreendedora é um tipo de atitude esperada de pessoas que conseguem lidar com problemas, e que resolvem os problemas.


Se você está gostando deste artigo,

conheça também: Educação empreendedora – enfrentando seus medosCaracterísticas de um empreendedor nato


Então a pergunta inicial do artigo:

você é uma pessoa capacitada para resolver problemas que já viveu e também problemas que ainda não resolveu?

Você tem a atitude empreendedora (iniciativa) para equacionar os problemas que aparecem em sua frente no ambiente de trabalho?

Conheça a seguir as atitudes empreendedoras mais valorizadas pelas empresas:

  1. Capacidade de identificar problemas, criar soluções e optar pela melhor alternativa viável;

  2. Ter a iniciativa para liderar processos e pessoas buscando um objetivo;

  3. Chamar a responsabilidade para equacionar quaisquer tipos de problemas: conhecidos ou não;

  4. Não perder “o chão”, quando as condições e clima não estão favoráveis;

  5. Motivar-se sozinho quando o cenário exige uma moral mais elevada;

  6. Capacidade de relacionar-se com todos os envolvidos em um negócio: sócios, investidores, colaboradores, governo, fornecedores e parceiros;

E então, se você fosse um empresário, gostaria de ter ao seu lado colaboradores com estas características?

E você como empreendedor, você tem atitudes empreendedoras?

Sempre me perguntam se a atitude empreendedora pode ser desenvolvida.


Se você está gostando deste artigo,

conheça também: Artigos sobre Empreendedores


As pessoas, tem o seu jeito de ser, mas não conseguimos mudar a essência delas.

As atitudes podem ser estimuladas, mas a iniciativa, a capacidade de execução, dedicação, comprometimento com a causa, são questões que vêm de dentro.

Vem da natureza de cada um.

A resposta para a pergunta “é possível desenvolver as pessoas para terem atitudes?” é:

Sim, as atitudes podem ser estimuladas.

Mas há níveis de atitudes diferentes para as pessoas, e há aquelas que estão muitos degraus acima.

Cabe ao empreendedor correr atrás de seus sonhos, cabe ao empreendedor superar os seus medos.

Se você tem atitudes empreendedoras, ótimo!

Se você não tem atitudes empreendedoras e tem o sonho de ter o seu próprio negócio, você irá precisar se desenvolver e encarar o que acredita que não sabe fazer direito.


Se você está gostando deste artigo,

conheça também: As lições que valem ouro – aprender a empreender


Para ser um empreendedor de sucesso você precisa ser completo.

Estude, aprenda a fazer e tenha a iniciativa em fazer aquilo que você sabe, e aquilo que você não sabe, ou até mesmo não é a sua praia.

Para dar certo, você vai precisar fazer coisas que não gosta e que não tem habilidade suficiente.

Acredite, você vai ter que fazer.

Não saber fazer e não encarar suas verdades é uma fuga que não te levará onde precisa.

As iniciativas são suas, o negócio é seu, não tenha medo.

Faça treinamentos, procure um conselheiro, e não deixe nunca de fazer o que for preciso para vencer! No final, todo o esforço irá valer a pena.

Ah, às vezes fazendo coisas que você nunca fez, e acredita que não nasceu pra fazer, podem surpreender você.

Empreender pode gerar conhecimentos jamais imaginados em sua vida.

Vai por mim! Um abraço, Rodrigo.

Fotografia de Rodrigo Miranda em preto e branco com um coração vermelho grande

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + 15 =