Empreendedorismo Feminino

Tempo de leitura: 2 minutos

Quero escrever sobre o empreendedorismo feminino para contar sobre algo que é muito importante.

Uma empresa é como uma criança que requer cuidados.

A atenção, o carinho, o amor, o senso de proteção, o jogo de cintura e a vocação de ser mãe é o maior exemplo de empreendedorismo.

Há muitos anos as mulheres estão dominando o ambiente de trabalho.

Principalmente quando se trata de negócios próprios.

Todas as formas de cuidado que relacionei acima são características fundamentais para um empreendedor.

O empreendedorismo feminino está ganhando espaço pois este senso maternal de “cuidar de um projeto” é nato.

Podemos comparar os nove meses, em que a criança está em formação com o planejamento inicial para um negócio.

Neste plano, as mulheres são especialistas, abrem mão da sua vida pessoal para cuidar de algo muito especial.

Para um negócio em seus primeiros momentos é necessária dedicação extrema.

Uma empresa em seu estágio inicial vive crises diárias e requer flexibilidade, inspiração e criatividade.

Na maioria das vezes o plano não sai como imaginamos.

Quando a empresa nasce, os problemas jamais vividos por empreendedoras iniciantes, aparecem.

Conheça meu artigo: Empreendedorismo para Iniciantes

Assim como uma criança, uma empresa tira nossa energia, nos cansa, nos mostra como pequenos detalhes fazem toda a diferença.

O empreendedorismo feminino é algo lindo, pois dá pra ver a relação de carinho que se têm com o negócio.

Esse carinho é fundamental para que as empresas comecem a dar certo.

Uma empresa exige aprendizados e aplicações imediatas e constantes.

Você percebe o problema, resolve e segue adiante.

É por esse motivo que eu acredito que as mulheres vão dominar cada vez mais o mundo dos negócios.

Elas fazem com amor, aquilo que nós simplesmente fazemos.

Elas fazem com sabedoria, aquilo que nós não sabemos por onde começar.

Elas não reclamam de cansadas e de dor, enquanto nós choramos como crianças.

Elas se doam, enquanto nós somos egoístas.

O empreendedorismo feminino simplesmente retrata a diferença entre ser mãe e ser pai.

Enquanto o pai participou lá no início, a mãe nos carregou por nove meses, 24 horas por dia.

Assim que se administra um negócio, dedicação TOTAL e muito amor!

Outro artigo que você pode ler também: Ideias de Negócio – Por onde começar

Espero que tenha gostado, um abraço e até a próxima.

Clique na imagem abaixo e inscreva-se no curso online e gratuito sobre negócios em família. Isso é um presente para você.

Livro em pé. Empresas familiares
Conheça meu curso gratuito online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − oito =