Empreendedor corporativo – você acredita nisso?

Tempo de leitura: 2 minutos

Empreendedor corporativo é um termo utilizado nas empresas, para colaboradores que possuem atitudes empreendedoras.

O conceito de empreendedorismo interno, ou empreendedorismo corporativo, está diretamente ligado à profissionais capacitados à resolverem problemas.

Chamar a responsabilidade para si, e ter a iniciativa de resolver problemas como se fosse o dono do negócio é uma característica dos empreendedores.

É possível ser um empreendedor como um funcionário de uma empresa?

Você acredita nisso?

Na maioria das vezes o termo empreendedorismo está relacionado a negócios por conta própria.

Mas, não está errado dizer que há empreendedores corporativos.

Splash com a palavra super no centro em amarelo

Porém, a melhor forma de descrever um profissional no ambiente interno, na minha visão, é de um colaborador com atitudes empreendedoras.

Fica mais sério e mais justo do que descrevê-lo como empreendedor corporativo.

O empreendedor nato é aquele profissional que:

  1. Tem autonomia total em suas iniciativas, coisa que não ocorre no ambiente organizacional;

  2. Não gosta de seguir regras à risca, o empreendedor é desregrado por natureza;

  3. Tem paixão por resolver problemas, mas tem aversão à problemas rotineiros (novos problemas a serem resolvidos são o combustível do empreendedor);

  4. Executa com base em sua intuição, enquanto em uma empresa quem manda é o dono;

  5. Tem liberdade de fazer o seu tempo, da forma como bem entende;

Se analisarmos as questões acima, nenhuma delas se aplica ao empreendedor corporativo, que:

  • Não tem autonomia;

  • Segue regras corporativas;

  • Resolve muitas vezes o mesmo problema repetidas vezes;

  • Não pode ser intuitivo da forma como imagina;

  • Não tem liberdade em sua carga horária;

Fazendo um rápido contra-ponto podemos entender que de fato o empreendedor corporativo poderia ser melhor descrito por:

colaborador com atitudes empreendedoras.

Quando falamos de empreendedor corporativo estamos alimentando um conceito destorcido do empreendedorismo.

Então, se você trabalha em uma empresa como colaborador, me desculpe, você não é um empreendedor.

Para ser um empreendedor, você precisa poder voar.


Saiba mais sobre empreendedores e empreendedorismo:

Artigos sobre empreendedores neste link


Essa liberdade de poder voar, só existe se você rasgar a sua carteira de trabalho.

Essa é a verdade.

Splash vibrante com a informação do conceito apresentado

Respondendo a pergunta do título do artigo, você acredita nisso?

Se você acredita que é um empreendedor corporativo, alguém esqueceu de lhe contar algumas coisas sobre o empreendedorismo.

Não se engane, e principalmente, não engane.

Se você tem colaboradores com atitudes empreendedoras, respeite sua equipe.

Não os iluda, confundindo as atitudes com o empreendedorismo.

Ser empreendedor é mais.

Espero ter esclarecido o conceito com o meu ponto de vista, e está aberta a discussão 😉

Abração, Rodrigo.

Ah, se você gostou deste artigo, conheça meus cursos online clicando no link abaixo.

Fotografia de Rodrigo Miranda em preto e branco com um coração vermelho grande

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + 5 =